ISO 22301 X BS 25999-2 – Infográfico comparativo

Excelente infográfico publicado com o comparativo das normas: ISO 22301 X BS 25999-2.

Créditos ao autor na própria imagem.

Imagem

Anúncios

João Rodolfo, CBCP

Caro leitor; há meses não atualizo este blog estou na dívida eu sei!
Mas vamos às novidades:

Certificação: Há anos venho me cobrando e sendo cobrado por alguns amigos que deveria fazer a certificação do DRII, atestando assim meu conhecimento em BCP. Em dezembro de 2010 criei coragem e realizei o exame do DRII.

Fui aprovado no exame, recebi o resultado em janeiro/2011 e durante julho/2011 submeti minhas informações pedindo a certificação de CBCP (Certified Business Continuity Professional), fui aprovado e recebi meu título. Sobre a certificação irei fazer um post dedicado sobre ela.

Post sobre tempos de BCP: Como prometido estou finalizando post, estou fazendo algumas pesquisas bibliográficas antes de publicar o mesmo. Teremos novidades nas próximas 2 semanas!

Gostaria de agradecer algumas pessoas que durante o processo de certificação me auxiliaram:

Evandro Stephano, Major do Exército 3ºCTA /SP, pelos cursos e treinamento em gestão de processo e pelas longas e excelentes horas de conversa sobre a carreira (militar e civil).
Jefferson D’addario e Equipe da Daryus  – Por terem me proporcionado a primeira oportunidade após a carreira militar de atuar como consultor na área de segurança da informação. E no processo comprovação do CBCP.
Wagner Elias da Conviso, por todo apoio e suporte durante os projetos de BCP que pudermos realizar juntos, este sem sombra de dúvida foi o amigo quem mais me incentivou a estudar e certificar-se!
Walmir Freitas da Deloitte e ao Silvio Pezzo da Marsh, pelo suporte nos projetos que realizei para vocês e apoio na comprovação junto ao DRII.
Ao Teogenes Panella ao Ulisses Oliveira ambos da Fidelity Processadora e Serviços, pelas longas horas de discussão de conceitos, apoio nos estudos e comprovação junto ao DRII.

Enfim, são muitas pessoas que me ajudaram a chegar até o titulo de CBCP, sem dúvida poderia ficar aqui horas falando nomes e projetos, agradeço a todos que de alguma forma possibilitaram isso.

Até o próximo post sobre os tempos de BCP!

Como alguns assinam e-mails por ai:

João Rodolfo Vieira, CPF, RGcivil, RGmilitar e agora: CBCP 😉

PCN, CGN, PGN, BCP, tempos, times, definições, definition

Estamos em março de 2011 e não me recordava qual foi o último post que fiz.

Estou preparando um novo artigo falando sobre BCP e seus Tempos. RTOs, MTPDs, RPOs e o tal do “primo” WRT*.

Aguardem novidades.

WTR

Guide to Business Continuity & Disaster Recovery

Gostaria de compartilhar com os amigos e leitores do Blog um Guia Prático da VMware c / o titulo:

A Practical Guide to Business Continuity & Disaster Recovery with VMware Infrastructure

É um guia prático de DRP; ainda não li o mesmo,  mas espero em breve postar algumas considerações.

O link para download é:

http://www.vmware.com/files/pdf/practical_guide_bcdr_vmb.pdf

E neste novo ano, desejo a todos: saúde, paz e muita luz. Vamos enfrentar esta crise de mercado, e fazer de 2009 um excelente ano de negócios e projetos.

Abraço a Todos.

Para adotar contingência, não é preciso esperar o caos …

Sexta-Feira, pude ler um excelente post da jornalista Jordana Viotto, falando sobre contingência.

Parecia “piada pronta” como diria José Simão, mas observem abaixo a imagem, na primeira parte o RSS divulgando a noticia, na segunda o servidor sem contingência.

 

piada_jornada

Brincadeiras a parte, abaixo o post, publicado em:

http://www.itweb.com.br/noticias/index.asp?cod=52747

Continuar lendo

Virtualization strategies for disaster recovery?

Post em Português: Clique aqui!


I invite all of you to discuss the following subject.

The virtualization of IT environments today is the main subject in a great range of companies around the world.
This is one of the most quoted IT solution for a great range of companies, more specifically for their 2009 budget.
Regardless of the reason for the investment of virtual environments, nowadays  some companies are utilizing virtualization in their alternative sites, therefore the strategies of DRP (Disaster Recovery Plan) are changing. Based on these facts,  lets open a discussion group about the following question:

How are virtual environments being utilized as strategies for disaster recovery and/or BCP?

DISCUSSÃO: Ambientes Virtualizados e Recuperação de Desastres

Convido a todos para discutir o assunto.

A virtualização de Ambientes de TI hoje é assunto em diversas empresas em todo mundo. É um dos itens cotados para orçamento de TI de diversas empresas para 2009. Seja qual for a justificativa de investimento dos ambientes virtualizados, atualmente algumas empresas estão utilizando virtualização no seu site alternativo, conseqüentemente as estratégias de DRP (Disaster Recovery Plan) estão mudando. Com base na afirmação, coloco abaixo uma questão para discutirmos:

Como os ambientes virtualizados estão sendo utilizados como estratégia para recuperação de desastres?